RETRATO DOS CRUZEIROS MARÍTIMOS NO BRASIL

Um estudo de perfil e impactos econômicos dos Cruzeiros Marítimos no Brasil, elaborado pela Fundação Getúlio Vargas a pedido da CLIA ABREMAR, constatou mais uma vez a importância da atividade para a economia brasileira, apesar da redução do número de navios e de cruzeiristas nos últimos anos. Esse estudo compara a temporada 2010/2011, quando houve o pico de crescimento, com a última, de 2013/2014.

E mostra, principalmente, como vários segmentos da economia poderiam ser mais beneficiados no Brasil se houvesse um ambiente favorável para a evolução do setor, sem tantos entraves tributários e burocráticos. Um contrassenso, pois até a arrecadação de impostos do País diminui com o crescimento menor dos Cruzeiros.

A queda na movimentação aqui está diretamente relacionada com o crescimento de outros destinos que favorecem a atividade, como Ásia, Austrália e Caribe. A indústria de Cruzeiros Marítimos tem mostrado um desenvolvimento crescente em todo o mundo; em 2013 cresceu 3% em relação ao ano anterior, com uma receita estimada de aproximadamente US$ 37,1 bilhões (Cruise Market Watch, 2014).

Na contramão, a movimentação econômica total no Brasil na temporada 2013/2014 chegou a R$ 1,15 bilhão, uma redução de 17,9% em relação à de 2010/2011. Desse total, R$ 693 milhões foram gerados pelos gastos dos armadores com combustíveis, taxas portuárias e impostos, compras de suprimentos, comissionamento de agências de viagens e operadoras de turismo, água e lixo, além de gastos com marketing e escritório; os outros R$ 455 milhões foram os gastos totais de cruzeiristas e tripulantes nas cidades e portos de embarque/desembarque e de trânsito.

O fato é que houve uma redução R$ 250 milhões entre aquela e a última temporada. Por isso, o recolhimento de taxas e impostos foi de menos 21,4%. Foram reduzidos também os pagamentos a fornecedores de alimentos e bebidas (-12,3%), marketing, excursões e escritório (-33,8%), água e lixo (-35,5%).

As margens se reduziram também para o comércio varejista, transporte antes e/ou após a viagem, transporte durante a viagem, passeios turísticos, hospedagem antes ou após os cruzeiros, comissionamento para operadoras de agências e combustíveis – ou seja, perderam todos os que participam desta cadeia.

Mas há outra perda importante a lamentar: na temporada 2013/2014 foram gerados 15.465 postos de trabalho na economia brasileira, 5.173 a menos que a temporada 2010/2011. Foram 2.591 tripulantes dos navios (-53,8%) e mais 12.874 criados, de forma direta e indireta (-14,4%), pelos gastos dos turistas nas cidades portuárias de embarque/desembarque e visitadas, além dos gerados na cadeia produtiva de apoio ao setor.
Evolução dos impactos econômicos, armadores presentes no Brasil, perfil e hábitos dos hóspedes brasileiros e estrangeiros, oportunidades e fatores limitadores, tudo compõe o retrato feito a partir dos números levantados pela Fundação Getúlio Vargas.

Neste panorama, cabe destacar que as oportunidades de negócios geradas pelos Cruzeiros Marítimos não se restringem apenas às cidades portuárias, mas também a diferentes municípios não litorâneos, em virtude de sua cadeia produtiva, movimentada pela contratação de serviços e compra de insumos em diferentes regiões do Brasil.

A ponderar também que a queda não se deve à redução da demanda pelos Cruzeiros; ao contrário, o interesse dos brasileiros pelos roteiros variados, e a vontade que os estrangeiros demonstram para conhecer o Brasil de navio, aumenta ano a ano. O problema central é o alto custo das operações no país, pois as armadoras levam em consideração todas as variantes e buscam roteiros onde a relação custo/beneficio seja mais favorável.

Enfim, o principal objetivo da CLIA ABREMAR BRASIL é que esse estudo sirva como instrumento orientador de políticas públicas do segmento de Cruzeiros Marítimos, no sentido de aumentar ainda mais os benefícios dessa atividade no País.

CLIA ABREMAR BRASIL


ROYAL CARIBBEAN APRESENTA TEMÁTICOS PARA A TEMPORADA 2014/2015

O Splendour of the Seas, navio da Royal Caribbean que fará cruzeiros pela América do Sul, terá na temporada 2014/2015 três saídas temáticas. Os hóspedes poderão escolher entre o Royal Life, que parte em 1° de fevereiro com uma programação voltada ao bem-estar, a segunda edição do Royal Gourmet, que levará a alta gastronomia brasileira para o alto-mar em 13 de março, ou o Royal Dance, que será realizado novamente durante a viagem de travessia em 20 de abril, com vários ritmos dançantes rumo à Europa.

MSC CRUZEIROS APRESENTA ROTEIROS PARA O PRÓXIMO VERÃO EUROPEU

A MSC Cruzeiros apresenta suas opções de cruzeiros internacionais para 2015. Entre os diferenciais da temporada está o retorno do MSC Divina à Europa, que se integrará à frota com o MSC Magnifica, MSC Splendida, MSC Fantasia e MSC Musica, que terão roteiros pelo Mediterrâneo Oriental, Ocidental e Norte da Europa. Os cruzeiros já estão à venda no site da companhia e contam também com a vantagem do pagamento parcelado sem juros.

 

COSTA CRUZEIROS TEM CONDIÇÕES ESPECIAIS NOS TEMÁTICOS

As agências de viagens brasileiras têm condições diferenciadas na reserva de grupos para os cruzeiros temáticos 13º Bem-Estar, 8º Tango & Milonga, 1º Senior, 7º Gourmet e 21º Fitness da Costa Cruzeiros. Os agentes garantem aos seus passageiros um leito grátis a cada cinco cabines comercializadas e ganham uma comissão extra de 5% para reservas efetuadas em qualquer categoria de cabine. Os benefícios são válidos até o dia 31 de julho. Os cinco cruzeiros temáticos acontecem entre fevereiro e março de 2015 a bordo do Costa Favolosa, mega navio que realiza sua terceira temporada na América do Sul. Enquanto os cruzeiros Bem-Estar, Tango & Milonga e Gourmet visitarão os destinos de Montevidéu e Buenos Aires, partindo de Santos nos dias 7 de fevereiro, 21 de fevereiro e 7 de março, respectivamente; os temáticos 1º Senior e 21º Fitness percorrem as cidades de Búzios, Salvador e Ilhabela, com saídas nos dias 1 de março e 15 de março de 2015.

PULLMANTUR AUMENTA OFERTA DE MINICRUZEIROS COM SAÍDAS DE ITAJAÍ

Para a temporada 2014/2015, a Pullmantur aumentará a oferta de minicruzeiros com saídas de Itajaí. Os itinerários de três e quatro noites serão realizados a bordo do navio Zenith, que tem capacidade para receber até 1828 passageiros. A embarcação passará por Itajaí, São Francisco do Sul, Santos e Ilhabela. Outras informações em www.pullmantur.com.br

 

FESTIVAL DE CRUZEIROS AGAXTUR PROMOVE ROTEIROS COM DESCONTOS

O Festival de Cruzeiros Agaxtur é a maior oferta de cruzeiros do Brasil e oferece descontos que podem chegar a 50% nos navios das principais companhias marítimas do mundo. Entre as novidades do Festival estão os famosos Cruzeiros Temáticos. São dezenas de opções nacionais e para o exterior, para todos os gostos, passando pelo fitness, gourmet e o primeiro cruzeiro sênior, com toda a programação voltada para a terceira idade.

PRINCESS CRUISES PREPARA TEMPORADA 14/15 NO CARIBE E AMÉRICA DO SUL
A Princess Cruises prepara sua temporada 2014/2015 pela América do Sul e Caribe oferecendo os mais incríveis roteiros. O Ruby Princess partirá em janeiro de 2015 rumo à Travessia Estados Unidos/Rio de Janeiro. O navio passará pelo Caribe, Recife, Salvador, além do porto de Santos, e irá pernoitar no carnaval do Rio. Já o Golden Princess fará sua temporada na América do Sul a partir de dezembro deste ano rumo à Patagônia. Outra viagem do Golden Princess será pelo Cabo Horn e Estreito de Magalhães. O navio parte de Valparaíso em 17 de janeiro e no carnaval, dia 14 de fevereiro, e faz o caminho inverso com saídas em 31 de janeiro e 28 de fevereiro.

 

TEMPO DE OPORTUNIDADES

Com upgrades grátis em navios de luxo como os da Oceania Cruises, bônus e créditos a bordo na frota da Norwegian, convidativos pacotes de bebidas, e redução de tarifas em muitos roteiros, a Firstar, que representa várias companhias de navegação marítima e também fluvial, como a AmaWaterways, destaca as muitas oportunidades que surgem nesta época do ano e lembra aos agentes de viagem para ficarem atentos e consultar sua equipe.